21 de novembro de 2013

Krav Maga: luta de defesa pessoal ajuda mulheres a se proteger

Confira abaixo a matéria publicada no site "Bolsa de Mulher":

Modalidade ensina pessoas de qualquer idade, sexo e porte físico a se defender contra possíveis agressões




Um recente relatório revelou que, em 2012, os casos de estupros no Brasil ultrapassaram, em números absolutos, os de homicídios dolosos (quando há a intenção de matar). O 7º Anuário Brasileiro de Segurança Pública, do Fórum Brasileiro de Segurança Pública, mostrou que as agressões contra as mulheres atingiu o marco de 50.617 ocorrências no ano contra 47.136 assassinatos.

O número pode ser ainda maior se forem considerados os muitos casos de mulheres que sofrem abusos e não prestam denúncia por medo ou vergonha. O Krav Maga, modalidade de defesa pessoal israelense, pode ser uma arma para mulheres que se sentem inseguras diante do atual cenário e buscam formas eficazes de se defender.


O que é Krav Maga

Única luta reconhecida como defesa pessoal, e não arte marcial, a modalidade consiste em técnicas de respostas simples, rápidas e objetivas para situações de violência no dia a dia. Não há competições, apenas o desenvolvimento das técnicas que possibilitam a qualquer cidadão comum se defender, independente da força física, idade ou sexo.

“Há um esforço de nossa parte para mostrar ao público feminino que a pratica do Krav Maga se difere dos esportes de luta, que nos tempos atuais estão em moda pelos benefícios à boa forma física”, explica Mestre Kobi Lichtenstein, fundador da Federação Sul Americana de Krav Maga (FSAKM), a única representante oficial da modalidade no Brasil.

Benefícios

Segundo ele explica, o treinamento consegue transmitir aos praticantes as diversas possibilidades de defesa para cada tipo de situação da agressão. “Do ponto de vista físico, o princípio desta modalidade de defesa é que os exercícios sejam exequíveis por qualquer pessoa, em seu ritmo próprio, respeitando o limite de seu corpo. Ainda assim, há o estímulo para que os alunos se exercitem diariamente”, explica o mestre.

Já do ponto de vista psicológico, a modalidade também é eficaz na formação de pessoas mais seguras. O mestre defende que, quando as mulheres descobrem que, apesar de não terem a mesma força física do homem, são capazes de se defender de forma simples e eficiente, elas adquirem confiança.

Por fim, a luta é também uma maneira de melhorar a percepção de modo geral e de adquirir um comportamento mais atento nas ruas, em locais públicos ou mesmo em casa, quando há uma situação de risco com um parceiro potencialmente agressor, por exemplo. “O Krav Maga desenvolve nas mulheres e em todos os seus praticantes o respeito pela vida, por si mesmo e por seu adversário, o que faz com que a visão sobre o risco se modifique”, afirma.


Nenhum comentário:

Related Posts with Thumbnails